Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Blogue do Gato

Este gato habitou as capas da revista PCGuia durante muitos anos. Agora tem uma coluna na secção Boot de cada número em que dá uma visão felina acerca de tecnologias.

Blogue do Gato

Este gato habitou as capas da revista PCGuia durante muitos anos. Agora tem uma coluna na secção Boot de cada número em que dá uma visão felina acerca de tecnologias.

Para muitos, Jack Tramiel é um desconhecido. Nasceu na Polónia, esteve num campo de concentração Nazi tendo sido libertado em 1945 por soldados americanos. Mais tarde, emigrou para os EUA onde fundou uma empresa de reparação de máquinas de escrever a que deu o nome de Commodore Portable Typewriter.

Com a chegada de modelos asiáticos mais baratos, o negócio das máquinas de escrever foi perdendo rentabilidade e Tramiel orientou a empresa para uma recente invenção, as máquinas de calcular electrónicas com microprocessador.

Mais tarde as máquinas de calcular deram lugar aos computadores. Primeiro surgiu o Commodore PET, depois o VIC-20 (o primeiro computador de sempre a vender mais de um milhão de unidades) e mais tarde o Commodore 64, o computador pessoal mais bem sucedido de todos os tempos com mais de 17 milhões de unidades vendidas.

Em 1984 Tramiel saiu da Commodore e comprou a divisão de consumo da Atari, mudando-lhe o nome para Atari Corporation. Tramiel foi responsável por máquinas como o Atari ST e em 1989 a consola portátil Atari Lynx.

Jack Tramiel morreu a 8 de Abril passado aos 83 anos.

Por ter tido a visão de um computador acessível a todos e a ter realizado, este homem pertence aos anais da história da informática moderna como Gates ou Jobs.

 

Commodore 64