Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Blogue do Gato

Este gato habitou as capas da revista PCGuia durante muitos anos. Agora tem uma coluna na secção Boot de cada número em que dá uma visão felina acerca de tecnologias.

Blogue do Gato

Este gato habitou as capas da revista PCGuia durante muitos anos. Agora tem uma coluna na secção Boot de cada número em que dá uma visão felina acerca de tecnologias.

Não se fala do se lá passa dentro.

Esta regra foi ignorada por um ex-empregrado temporário que foi despedido pela empresa depois de um ano a ver imagens com temas simpáticos como bestialidade e pornografia infantil, para além de um sortido de outros fetiches.

Segundo declarações ao site Buzzfeed, o ex-trabalhador da empresa, que tem como mote "fazer sempre o bem", verificava cerca de 15000 imagens por dia para que não fossem incluidas acidentalmente nos resultados das buscas de qualquer criança. Quando se queixou que estava a ficar, obviamente, afectado pela sua actividade diária, foi despedido.

Ainda segundo o ex-empregado, a Google considerou-o um colaborador externo, e na empresa de Mountainview, os colaboradores externos não podem trabalhar mais que um ano senão passam a ser considerados trabalhadors efectivos, o que lhes dá mais direitos.

E eu a pensar que era só em Portugal que estas coisas aconteciam...